SAJ: Família busca explicação para morte de bebê após atendimento em hospital e pede justiça


Breno Mendes Passos, de um ano e 11 meses, morreu na segunda-feira (26) após ficar dois dias internado no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus  (a 190 km de Salvador), no recôncavo baiano.
A família acusa o hospital de negligência durante o atendimento a criança, que foi internada com dor na barriga na última quinta (22), pela manhã. Já no final da tarde recebeu alta médica,  mas seu estado de saúde piorou em casa, de madrugada. De volta ao hospital, segundo a família, Breno foi medicado, mas não apresentava melhoras até ficar com dificuldades respiratórias e morrer.
Durante entrevista na Rádio Recôncavo FM na manhã desta quarta  (28), a mãe de Breno, Katiana Mendes, contou que a familia quer justiça.
Segundo a mãe de Breno,  no dia seguinte, já internado pela segunda vez, após receber várias medicações, a criança começou a apresentar complicações como barriga inchada e dificuldades de respirar.  “Ele ficou internado e começou a cansar e inchar. Foi só com uma dor de barriga e morreu sem explicação. Uma morte desconhecida. Deram tanto remédio na veia, foram cinco aplicações, mas sem saber o que ele tinha. Nem a causa eles informaram. Perdi meu filho pelos médicos, mas a justiça vem de Deus”, desabafou, inconformada.
Os parentes da criança pedem justiça e explicações.  Os irmãos de Breno , em contato com a Recôncavo FM, pediram justiça.
O outro lado
Nota divulgada pelo Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus diz que “a criança recebeu assistência intensiva e diante de uma evolução rápida e atípica, não foi possível concluir a causa da morte, sendo emitida a declaração de óbito como causa desconhecida, procedimento previsto em casos desta natureza”.
(Fonte da reportagem de Cristina Pita do BA Cidade)